Category Archives: o SNS está preparado

Influência

Parece que a nova lei do aborto foi feita por acordo entre o PS, o PCP e o Bloco de Esquerda. Oooppss!!! A não-esquerda que votou SIM ficou de fora … Serviu para ganhar os votos mas não serve para fazer leis. Anúncios

É fácil responder

O Ministro da Saúde já disse que as terras que agora estão a perder valências hospitalares serão compensadas com outras valências mais adequadas às condições locais. Assim, consolem-se os habitantes de Elvas, Barcelos, Santo Tirso, Valença ou Chaves. Vão perder as respectivas maternidades e/ou centros de urgência, mas nem tudo está perdido. Estas terras serão […]

Incentivos

O abono de família é: a) um incentivo à natalidadeb) um incentivo ao aborto O aborto pago pelo Serviço Nacional de Saúde é: a) um incentivo à natalidadeb) um incentivo ao aborto

Até que enfim…

Nada como os debates da noite de ontem e do dia de hoje para perceber, finalmente, o tema do referendo. A pergunta a que respondi, afinal, foi: “Concorda com a liberalização do aborto se praticada até às 10 semanas, gratuitamente, no Serviço Nacional de Saúde?”

Ironias do destino II

O aborto será financiado pelos contribuintes. Mas em breve se agitará o espantalho da regressão demográfica e, para evitar que os contribuintes acabem, assistiremos à institucionalização de subsídios às mulheres parturientes… LR

Ironias do destino I

As tão diabolizadas clínicas de Badajoz vão entrar em recessão devido à concorrência que se anuncia em Portugal. Mas os espanhóis terão razões para se queixarem da deslealdade da dita. Tratar-se-á de um serviço subsidiado, seja ele prestado em hospitais públicos ou em requintadas e lucrativas clínicas privadas financiadas pelo SNS. LR Nota:devido a um […]

Função do Serviço Nacional de Saúde

Deve o Serviço Nacional de Saúde poder ser utilizado para resolver outros problemas que não problemas de saúde? Por exemplo, deve poder ser utilizado para: cirurgias estéticas a pessoas perfeitamente normais; abortos em casos em que não há risco para a saúde física ou psíquica da mãe ou para a saúde do feto.

Aborto e objecção de consciência dos médicos

Algumas ideias a ter em conta: 1. Não será a objecção de consciência que impedirá o aborto em determinados hospitais do SNS. Será a oposição passiva de médicos e de directores hospitalares. Simplesmente não é possível obrigar um médico que não quer fazer abortos a fazê-los. 2. Os serviços de aborto acabarão por ficar separados […]

Francisco Louçã III

Ponto relevante da intervenção de Francisco Louçã: a defesa de uma regulamentação maximalista do aborto. Leia-se: aborto no SNS rápido e em força. É preciso limitar os efeitos da objecção de consciência.

Ministro da Saúde II

É para garantir a equidade.

Ministro da Saúde

O Serviço Nacional de Saúde está preparado.