Category Archives: caminho para a servidão

Socialismo em forma legal (62 ???…)

Todo conteúdo do Diário da República 82 SÉRIE I de 2007-04-27 com diplomas legais e regulamentares que aprovam a orgânica de direcções-gerais, agências, secretarias-gerais, fundos, institutos públicos, comissões, serviços sociais, organismos e tudo o mais que a bizantinice burocrática conseguiu imaginar no saboroso número de sessenta e duas (62) estruturas administrativas: ### Decreto Regulamentar n.º […]

Caminho para a servidão (3)

No slashdot ((via adufe): “People who refuse to give up their bank records, tax records & details of any benefits they’ve claimed, and the records of their car movements for the last year, or refuse to submit to an interrogation on whether they are the same person that this mountain of data belongs to — […]

Caminho para a servidão (2)

Francisco José Viegas: «Ah, Todo PoderosoEu tinha insistido: está aí o cartão único, depois vem o cruzamento de dados, depois vem a vigilância alimentar, o controle do nosso tabaco, a suspeita sobre a nossa saúde, a inveja dos vizinhos, o controle do peso, os procedimentos administrativos sobre a obesidade e a vida saudável. Que era […]

Caminho para a servidão

Vasco Pulido Valente, (10/03/2007, no Público, via Bloguítica): «Durante trinta anos de democracia nenhum primeiro-ministro despachou em pessoa com qualquer chefe de qualqer polícia. Tudo isto irá mudar. Uma lei já anunciada vai pôr a PSP, a GNR, a PJ e o SEF sob a autoridade de um secretário-geral para a Segurança Interna, com o […]

Solidariedade Coerciva

Os homens que querem moldar o mundo, tiveram outra ideia. Mais um imposto, o 6471º de uma longa lista de maneiras de obrigar os cidadãos a pagar qualquer coisa que passe pelas cabeças iluminadas dos salvadores do planeta. Desta vez, a ideia é expropriar a solidariedade de quem viaja de avião. Para tratar da saúde […]

Caminho para a servidão

No início da guerra civil americana, em 1862, o presidente Lincoln, à margem do Congresso, suspendeu o direito do habeas copus (o direito de alegar a ilegalidade de uma detenção), tendo cerca de 13 mil pessoas, desde combatentes inimigos, contestatários da guerra e opositores políticos sido encarcerados sem que pudessem contestar legalmente tal detenção. Apenas […]