Números para credores, números para burocratas

O défice de 2010 foi superior a 10%. O défice de 6,9% que o governo anda a propagandear, para alem de ser um número de preço de sapataria, resulta de truques vários. A omissão do BPN e a contabilização do fundo de pensões da PT são apenas os mais evidentes.

.

Note-se que os credores não querem saber do défice contabilístico para nada. Isso é masturbação de burucratas. Os credores olham para as obrigações globais do Estado e tentam avaliar se essas obrigações podem ser pagas. Desse ponto de vista,  o buraco do BPN reduz a capacidade do Estado para cumprir as suas obrigações e a transferência do fundo da PT é neutra. Portanto, o défice de 10% é o valor para o qual os credores olham. Os 6,9% são ficção.

Anúncios

Publicar um Comentário

Required fields are marked *

*
*

%d bloggers like this: