Gestão das expectativas

Ontem o Engº Sócrates andou a fazer aquilo que se chama a gestão das expectativas. A ideia é um bocado infantil, mas faz parte da cultura política portuguesa. Acredita-se que se o Primeiro-Ministro disser que a economia vai bem, então os agentes económicos investem e produzem e a economia ficará mesmo bem. A gestão das expectativas já em si mesmo uma ideia estúpida, mas é ainda mais estúpida quando praticada por um político que já mentiu várias vezes e cuja credibilidade é nula.

Imagine-se o capitão do Titanic a gerir expectativas:

— Não, não era um iceberg, era apenas um pedaço de madeira.
— As bombas vão tirar esta água toda.
— Inclinar? Claro que não está a inclinar …
— Há botes para todos e ainda sobra.
— A água está quentinha.

Anúncios

Publicar um Comentário

Required fields are marked *

*
*

%d bloggers like this: