"Engolir o Tratado"

Quer o PS quer o PSD prometeram um referendo à ‘constituição’ europeia. Tal como muitos líderes europeus. Mas a coisa correu mal na França e na Holanda – a União Europeia mergulhou numa crise gravíssima, provando–se que aquele desmancho constitucional nunca deveria ter existido.
Os eurocratas aprenderam a sua lição: fugirão dos referendos como gatos escaldados de qualquer poça de água fria. O Tratado dito de Lisboa, que hoje é baptizado e registado, contém o essencial da extinta ‘constituição’ – foi Angela Merkel que o disse – mas com uma enorme vantagem táctica: a mudança de nome e o diferente desenho das cláusulas foram fabricados para permitir escapar ao referendo.
Ou como afirmou o sempre elucidativo Giscard D’Estaing, em 17 de Julho passado, “as mudanças cosméticas tornam este Tratado mais fácil de engolir”. Assim percebo bem melhor a festa de hoje.

* Publicado no Correio da Manhã

Anúncios

Publicar um Comentário

Required fields are marked *

*
*

%d bloggers like this: