António Marinho Pinto


O novo bastonário da Ordem dos Advogados.

Talvez traga coisas novas.
É essa a esperança e a expectativa, pelo menos, a avaliar pelo discurso e postura crítica, anti- status quo vigente na Ordem…. E isto, apesar de algumas ideias básicas e anti-concorrenciais relativamente às condições de acesso à profissão, por parte dos novos advogados (ou seja, o mesmo espírito corporativista e/ou populista e a mesma adesão ao mainstream ). De resto, nesta matéria – honrosa excepção feita a LUIS MENEZES LEITÃO – todos os restantes candidatos acabaram por dizer (mal) a mesma coisa e pactuar com boutades nada, nada rigorosas (tipo – em debate na TSF – “há advogados a mais” ou “há 26 Faculdades de Direito no país”!?)

Anúncios

Publicar um Comentário

Required fields are marked *

*
*

%d bloggers like this: