Não vou ao Dragão

Quero que Portugal ganhe e se apure. E que jogue melhor do que nos últimos jogos, quer quando ganhou, empatou ou perdeu. Até agora, esta selecção, neste Europeu, só demonstrou que é uma equipa desconchavada, sem humildade, sem rigor táctico, sem fio de jogo. Só transborda soberba. Muita. Depois, as ausências, forçadas ou não, são demasiadas: Figo, Rui Costa, Deco, Ricardo Carvalho, Hugo Almeida, Quim (no banco, incrivelmente).
E algumas presenças entristecem – como é que uma equipa com Nuno Gomes a titular merece o apuramento? Tenho para mim que se não tivesse surgido aquela lesão providencial ao preferido de Scolari, algures na Ásia, já não estaríamos na corrida porque nem Hugo Almeida nem Makukula teriam tido hipótese de jogar.
Bom, mas agora é tempo de esperar o melhor, milagres, ajudas, o costume. E puxar pela selecção. Oxalá esta mereça tanto.

###

Anúncios

Publicar um Comentário

Required fields are marked *

*
*

%d bloggers like this: