"No lo crea, los portugueses son muy cobardes".

O El Pais dá hoje destaque às memórias dum dos médicos que integrava a equipa que tratou Franco aquando da primeira das hospitalizações que antecedeu a sua morte.
O médico dá conta da forma como o Parkinson afectava o general, da necessidade dos ministros em fazer de conta que tudo estava bem… Na verdade Franco estava mal e falava pouco. Segundo o médico uma das raras afirmações que fez nesses dias foi esta frase:
«No lo crea, los portugueses son muy cobardes».

A que propósito vieram os portugueses à baila anqueles lugúbre ambiente? Bem para isso é melhor ler o El Pais. http://www.elpais.com/articulo/espana/Franco/opera/nadie/elpepiesp/20071119elpepinac_14/Tes
A frase essa continua a andar por aí

Anúncios

Publicar um Comentário

Required fields are marked *

*
*

%d bloggers like this: