Uma questão.

Porque não equacionar, entre nós e á semelhança do que sucede nas legislações de alguns Estados-membros da UE, limitar (ou mesmo proibir) cláusulas de “blindagem” de estatutos, nas sociedades comerciais?

Anúncios

Publicar um Comentário

Required fields are marked *

*
*

%d bloggers like this: