Dama enferrujada *

Dizem que um telefonema desesperado de Rui Rio foi decisivo para Manuela Ferreira Leite recusar o desafio de Filipe Menezes para ficar na sua equipa. A ter sido assim, Rui Rio fez um enorme favor a Menezes.
Qualquer esforço de renovação daquele partido teria de começar pelo eclipsar de uma das suas figuras mais equívocas das últimas décadas.
Ferreira Leite foi uma razoável secretária de Estado do orçamento, uma péssima ministra da Educação e uma titular das Finanças que exibiu ‘muita parra mas pouca uva’. Sobretudo, representa uma geração estatizada de políticos, sem imaginação, inoperante, centralista e que falhou em quase todos os seus propósitos.

O discurso de ruptura que o novo líder laranja ontem fez no Congresso não batia certo com a conservação em formol de dirigentes que já deram o que tinham a dar ao PSD e ao País. E, na maior parte das vezes, para nosso mal.

* Publicado no Correio da Manhã

Anúncios

Publicar um Comentário

Required fields are marked *

*
*

%d bloggers like this: