Do populismo

O populista Menezes foi criticado por fazer um discurso longo e sem novidades*. Suponho que teria sido elogiado se tivesse feito um discurso curto com dois ou três sound bytes (a la Paulo Portas) ou se tivesse apresentado uma proposta com uma novidade inconsequente para consumo da Comunicação Social (a la Sócrates).

* Devo andar muito distraído porque algumas destas ideias para mim são novidades na política portuguesa

Anúncios

Publicar um Comentário

Required fields are marked *

*
*

%d bloggers like this: