Salazar está vivo e recomenda-se!

O efeito prático desta brilhante intervenção pública na esfera privada:

  • Restrições à liberdade contratual;
  • Barreiras no acesso ao trabalho;
  • Redução da liberdade de escolha;
  • Aumento do poder das corporações – ordens, associações profissionais, sindicatos, etc;
  • Entraves à livre concorrência;
  • Aumento da despesa pública (e privada) via acréscimo de regulamentação, criação de comissões de controle e outras ASAEs;
  • Mais uma machadada nas liberdades individuais.

O mais dramático é que isto é “vendido” como um instrumento protector do bem público, do interesse colectivo e outros objectivos moralizantes e há quem compre. O caminho da servidão também passa por aqui.

Anúncios

Publicar um Comentário

Required fields are marked *

*
*

%d bloggers like this: