Mas que lindo início de mandato ministerial…

«O novo ministro da Administração Interna considerou que a sua saída do Tribunal Constitucional, apenas após mês e meio neste órgão, se deveu a razões de dever público».
Cheguei a pensar em fazer uma graça com este dito de Rui Pereira – com características para se poder converter numa máxima de regime.
Mas a indignação em que estou leva-me apenas a escrever o que julguei de imediato: “que grande lata!”

Anúncios

Publicar um Comentário

Required fields are marked *

*
*

%d bloggers like this: