Do regime:

É de chorar a rir como um concurso televisivo organizado pelo SNI/RTP suscita tantas linhas de análise politico/sociológica, escritas até com ar sério e grave, num estéril discurso apropriadamente em linha com as conclusões etno-sociológicas do anterior concurso da «A aldeia mais portuguesa de Portugal»….

Na mesma onda, as Produções Fictícias e seus entertainers levaram-se tanto a sério num passatempo humorístico, que até se esqueceram de fazer uma leitura….humorística. O que não deixa de, pelo ridículo, ter graça, ainda que involuntária.
Anúncios

Publicar um Comentário

Required fields are marked *

*
*

%d bloggers like this: