As Coisas Que se Fazem Em Nome do Ambiente

Al Gore vem conferenciar em Portugal sobre ambiente e, em nome da causa, facturará apenas uns míseros 175.000 euros. Aprecia-se o sacrifício de Gore.

Para que a mensagem do ex-futuro presidente americano atinja um número cada vez maior de cidadãos, com vista a expandir o conhecimento sobre a verdade do clima, a conferência será à porta fechada, sem a presença de jornalistas e reservada a um restrito grupo de notáveis.

Se houver conferência, Gore discursará sobre mudanças climáticas e aquecimento global. Se houver, porque a cidade de onde viaja Gore, Londres, enregelou e cobriu-se de neve, obrigando ao encerramento de alguns aeroportos.

Gore viaja no seu jacto privado e ambiciona convencer-nos sobre a necessidade de uma aposta firme nos transportes públicos em detrimento do transporte individual. A conferência será patrocinada por um fabricante de automóveis.

Para circular em Portugal, Gore exigiu um veículo híbrido. Um Civic de baixo consumo Prius de gama média/alta luxouso Lexus topo de gama.

Anúncios

Publicar um Comentário

Required fields are marked *

*
*

%d bloggers like this: