Aborto e o argumento demográfico

Felizmente esta campanha está a contribuir para descredibilizar o argumento demográfico. Habitualmente a demografia serve para justificar a transferência de rendimento dos estéreis para os não estéreis ou daqueles que não estão em idade fértil para os que estão em idade fértil. Tudo para compensar os efeitos negativos do estado social na natalidade e para salvar a Segurança Social. Não funciona, mas é politicamente popular. Só que no caso do aborto o argumento demográfico não pega. Quase toda a gente percebe proibir o aborto para salvar a Segurança Social ou para aumentar o número dos membros da Nação é um absurdo. É até ridículo que gente que pretende realçar a individualidade do feto procure ao mesmo tempo justificar a proibição do aborto alegando o feto precisa de ser usado como instrumento para salvar a colectividade. Não se consegue imaginar nada mais totalitário e desumano. Espero por isso que os defensores do NÃO continuem a gastar e a descredibilizar o argumento demográfico. É um favor que prestam à sociedade.

Anúncios

Publicar um Comentário

Required fields are marked *

*
*

%d bloggers like this: