Monthly Archives: Julho 2006

A lista

(ou melhor, as listas) dos maiores devedores ao fisco é bem mais curta do que o anunciado esta manhã na imprensa. Exagero da fonte ou, pelo contrário, ter-se-á batido hoje o recorde de cobrança de créditos fiscais mal parados? Anúncios

Choque de civilizações …

… é quando Daniel Oliveira em Damásco pergunta ao dono do hotel se os sírios se vão manifestar [contra o ataque israelita a Qana]. Dadas as circunstâncias, a pergunta mais adequada talvez fosse: “O governo vai autorizar uma manifestação?”. Ou mesmo: “O governo vai orquestrar uma manifestação?”

Do agendamento

Nos últimos dias tenho reflectido sobre as razões porque um conflito numa pequena faixa de território se transforma na agenda global planetária, dominando totalmente os meios de comunicação, os políticos, os governantes, os especialistas politico-militares-estrategas e sobretudo o cidadão comum. Tanta atenção, tanto escrutínio, análise e em especial, paixão, é algo que tenho dificuldades em […]

Segurança Social

Comentário a propósito dos posts de Paulo Pedroso sobre este tema. Isto merecia um post mais longo, mas estou sem muito tempo. Existem determinados princípios que deveriam ser escrupulosamente respeitados por quem quer que tivesse a responsabilidade de gerir a segurança social. Entre eles, o princípio da capitalização e o princípio da compartimentalização dos fundos […]

A "silly season" JÁ COMEÇOU

“The hypocrite’s crime is that he bears false witness against himself”Hannah Arendt, On Revolution O RAP aproveitou o ensejo do boicote ao Abrupto para dar um ar de Almada requentado com um ensaio anti-JPP. Falhou na oportunidade. E no resto.Escrevi sobre o caso e disse que não partilhava a onda de riso excessivamente fácil que […]

Jornalismo de Causas

Um jornalista da TVI terminava hoje a sua reportagem enunciando e assumindo como seus os objectivos de guerra do Hezbollah. Qualquer coisa como: esperemos que agora, depois deste ataque, as potencias internacionais consigam impôr o fim da guerra a Israel. O fim imediato da guerra seria uma grande vitória do Hezbollah.

Os aliados involuntários do Hezbollah

Uma guerra é um assunto sério, normalmente gerido por profissionais com objectivos estratégicos claros e com controlo de forças no terreno. E depois há os amadores, sempre dispostos a lutar por um ideal. O tipo mais interessante de amador é o pacifista. Sempre a lutar pela paz, por vezes dizendo-se defensor dos fracos e oprimidos, […]

Actos involuntários condenáveis e actos voluntários compreensíveis

Hoje tivemos dois momentos Kofi Annan. Num deles, o Secretário Geral da ONU condena Israel por uma acção involuntária. Resta saber se Kofi Annan atribui algum significado à condenação de actos involuntários, ou se acha que o acto não foi involuntário. No outro vemos o Secretário Geral a desculpar e a “compreender” a ira daqueles […]

Shoot The Moon

Ontem nem parecia Sábado. O sitemeter do Blasfémias andou com as hormonas aos saltinhos e comportou-se quase como num dia não inútil. Foram mais 1000 visitas do que nos 3 Sábados anteriores. Porque terá sido? Ena, foi o RAP! O Ricardo escreveu uma posta de fino recorte satírico à volta de uma anterior blasfémia. Brilhante, […]

Patético, muito patético

Apareceram por aí muitas virgens ofendidas com a minha posição de suporte a Israel na luta contra o terrorismo. Uma delas, foi Miguel Vale de Almeida. Diz o Miguel que é muito triste estar por Israel e que é preferível tomar partido pelas pessoas que morrem e pelas que vivem aterrorizadas, no Líbano e em […]

Uma mentira repetida muitas vezes

Daniel Oliveira, num artigo do Expresso em que critica a reescrita da história, vem dizer que o Hezbollah só lançou misseis sobre Israel após de Israel ter bombardeado as infra-estruturas libanesas. Ora, a BBC descreve assim o primeiro acto desta guerra: Hezbollah fighters based in southern Lebanon launch Katyusha rockets across the border with Israel, […]

Já saiu

Coisas que não podem ser desinventadas

As heresias A liberdade de expressão A reality TV Os morangos com açucar A bomba atómica O estado de Israel

Polilogismos

A propósito do conflito no Líbano, Vital Moreira, escreve o seguinte: Por outro lado, no caso das democracias, as guerras injustas e os crimes de guerra e crimes contra a humanidade são ainda mais intoleráveis do que no caso dos regimes autoritários, justamente porque põem em causa a dignidade e a legitimidade da própria democracia. […]

Tomar Partido

Entre Israel e o Hezbollah, só há uma escolha possível.Entre Israel e o Hamas, só há uma escolha possível.Entre Israel e as Brigadas de Al-Aqsa, só há uma escolha possível.Entre Israel e a Jihad Islâmica, só há uma escolha possível.Entre quem luta para sobreviver e quem vive para destruir, só há uma escolha possível.Entre uma […]

Deslocalizações

Ora bem, deixa ver se me recordo. O capitalismo selvagem está sempre a mudar de país, na busca de mais e mais subsídios. Não queremos disto. O combate à chantagem da deslocalização faz-se através de uma ruptura de paradigma. Malditas estratégias localistas e imediatistas. Os governos não devem continuar a dar dinheiro a empresários sem […]

O neo-liberalismo, as deslocalizações e o capitalismo predatório

Maria João Pires troca Belgais por nova vida no Brasil Ministério da Cultura: centro de Belgais nunca justificou apoio de 65 mil euros Ministério da Educação apoiou centro de Belgais com 1,8 milhões euros desde 2000

Portugal tortura Maria João Pires?!

«Julgo que vim para o Brasil para me salvar dos malefícios que Portugal me estava a fazer. Eu estava a ser vítima de uma verdadeira tortura» declarou Maria João Pires. De que fala concretamente Maria João Pires quando fala de tortura? Caso Maria João Pires fosse empresária e não pianista, este discurso seria minimamente aceitável? […]

Um contributo para a "salvação" do CAA

O corpo da mulher é (…), mais do que uma atracção, um mistério não resolvido.É o território onde um homem se perde, mas sempre se salva. É dos raros momentos em que tocamos nos deuses. Miguel Veiga dixit, em declarações intimistas à Visão.

Que bela trapalhada

Excepções nos exames podem vir a repetir-se no futuro Conselho de Ministros aprovou ontem legislação que institucionaliza excepções arbitrárias à lei geral reconhecendo implicitamente que o despacho do Secretário de Estado Valter Lemos a permitir a repetição dos exames é ilegal (se não fosse ilegal não seria necessária nova legislação). Esta legislação permitirá que no […]