QUEM TE MANDA A TI SAPATEIRO…

Afinal, no PS, também não é necessário um congresso para eleger o secretário-geral e candidato a primeiro-ministro em eventuais eleições antecipadas.

No PSD é.

No PS há vários candidatos anunciados para essa disputa.

No PSD não há nenhum.

As circunstâncias imprevistas e excepcionais, embora geradas pelo PSD, são iguais para os dois partidos.

Por mim, estamos conversados: Santana a primeiro-ministro, já!

Anúncios

Publicar um Comentário

Required fields are marked *

*
*

%d bloggers like this: